sábado, 6 de agosto de 2011

REFLEXÃO PARA OS PAIS

DECLARAÇÃO DE BENS


“Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões nem escavam nem roubam; porque onde está o teu tesouro aí estará o teu coração.” Mateus 6.19-21
Há seis anos comprei um sapato para presentear meu esposo e, como tenho o hábito de (re)utilizar, não só caixas de sapatos, mas qualquer tipo de caixas e às vezes tem presentes que gosto mais das caixas do que tem dentro delas, então, após entregar o presente como de costume, por saber da minha alegria em ficar com as caixas ele a deu-me . Ao abri-la, percebi que no fundo da tampa havia um texto e este, sem ler, dava para perceber que não se tratava de instruções sobre o uso do sapato pois sua formatação ocupava todo o espaço da tampa e parecia está dentro dos padrões da estrutura textual. Ele caiu nas mãos da pessoa certa, uma professora, apaixonada por caixas e por textos, tenho também a mania de recortar textos e guardá-los, principalmente quando os encontro em formatos diferentes dos livros, então imagina só a minha alegria ao ver um texto escrito na tampa de uma caixa de sapato! Esta caixa não foi re-utilizada e sim utilizada na sua forma original para que o seu conteúdo fosse divulgado, pois acredito que tenha sido este o objetivo da pessoa que escreveu o seguinte texto: Acesse o link abaixo para ler o texto.
Edenícia

 

1 comentários:

Vera disse...

Querida Professora,

Gostei muito da sua visita, mas aquele espaço ali é apenas para testar layouts que faço para pessoas amigas. O meu blog mesmo é o Contexto & Cia, onde postos coisas que escrevo e um outro de teor religioso que é o Rosa do Getsêmane. Apareça nos dois ou naquele que você achar mais interessante, ficarei imensamente feliz! Um grande abraço!